São Paulo: +55 11 4172-5533 | Demais Localidades: +55 3003-0618 contato@mypetsnanny.com.br

É muito comum as coceiras começarem no verão, isso porque nessa época muitos insetos se multiplicam e também em algumas cidades aumenta a umidade do ar por causa das chuvas mais recorrentes, o que pode desencadear alguns problemas de pele também!

Com tudo isso seu pet pode começar a se coçar, muitas vezes criando feridas, perda de pelos, e muito incomodo.

Veja um guia que poderá te auxiliar na hora da coceira, e que você deverá notar para falar ao seu veterinário:

1- Seu pet mordisca a pele? Isso pode ser sinal de pulgas

2- Onde ficam as lesões? Corpo inteiro? Ou somente em uma parte do corpo?

3- Como são essas lesões? Redondas? Tipo uma espinha? Com casquinha?

4- Mudou algo na sua casa? Alimentação, produtos de limpeza, etc?

5- Ele tem contato com outros pets, sai para a rua?

6- Ele se coça muito, a ponto de parar de comer para se coçar?

7- Qual a parte do corpo que ele mais coça?

8- Quando a coceira começou? Ele coça mais em determinado momento, como por exemplo quando fica sozinho, ou mais no verão, ou se coça o tempo todo?

Saber responder essas perguntas acima ajudará muito o veterinário fechar o diagnóstico.

Como falamos acima, o verão predispõe ao aumento da coceira por causa do aumento dos insetos. Animais alérgicos a picadas de pulgas sofrem bastante nessa época, precisamos dizer algo bem importante nesse caso, 99% da pulgas estão no ambiente e não em seu animal, logo se você encontrou uma pulga nele, provavelmente na sua casa também tem várias, isso porque apenas a pulga adulta ficará nele, as outras fases da pulga ela desenvolve no ambiente.

É comum ouvirmos pessoas reclamando com seus veterinários que seu pet continua se coçando mesmo com o antipulgas, mas o que ocorre é que o tratamento também deverá ser feito no ambiente para um bom controle.

Assim como as pulgas os carrapatos e moscas também se proliferam bastante nessa época do ano, então deixar seu pet com produtos próprios será bem importante, lembrando que esses insetos podem trazer outras doenças para seu animal, como vermes intestinais, doença do coração, doença do carrapato, dentre outras.

Andressa Gontijo – Médica Veterinária e fundadora da My Pet’s Nanny

 

× Como posso te ajudar? Fale conosco via WhatsApp