São Paulo: +55 11 4172-5533 | Demais Localidades: +55 3003-0618 contato@mypetsnanny.com.br

Os labradores são cães muito amigáveis e tidos como ótimos para famílias, porém sua pelagem pode dizer muito sobre sua personalidade e até sobre sua genética.

Os cachorros da raça labrador tem 3 cores, amarela, chocolate e preta, e essas cores aparecem de formas distintas de acordo com a genética dos pais.

Não é de se surpreender por exemplo que um labrador preto cruzado com outro preto possa ter em sua ninhada filhotes das três colorações, isso graças a genética que seus pais carregam, vamos tentar ser mais claros com relação a isso no desenho e na tabela abaixo, onde podemos ver que dependendo da genética as cores das ninhadas poderão ser diferentes.

Na imagem abaixo vemos que um labrador preto necessariamente precisará ter um B e um E (ambos maiúsculos), para ser chocolate precisará ter necessariamente dois b minúsculos e um E maiúsculo, e para ser amarelo precisará ter necessariamente dois e minúsculos. Então se cruzarmos por exemplo um cão amarelo Bbee com um preto BbEe poderíamos ter na ninhada as 3 colorações.

Além da genética alterar o fenótipo do animal, isto é, sua aparência física, a genética também pode alterar a questão da saúde. Recentemente foi realizado um estudo, na Universidade de Sidney, com os labradores das 3 colorações onde foi apontado que o labrador chocolate tem 10% a menos de longevidade do que os demais labradores das outras cores então, enquanto os labradores preto e amarelo vivem em média 12 anos os chocolate tendem a viver em média 10, isso graças aos genes recessivos bb que poderiam trazer uma tendência maior a certas doenças, como maiores problemas de pele, por exemplo.

Também vemos mais comumente o labrador amarelo sendo mais amistoso do que o preto e o chocolate, mostrando que a genética também pode influenciar na personalidade dos animais.