São Paulo: +55 11 4172-5533 | Demais Localidades: +55 3003-0618 contato@mypetsnanny.com.br

Na hora de viajar sempre bate aquela dúvida, “o que fazer com meu pet?”. Será que meu cachorro gostou do hotelzinho que ficou na última viagem? Será que meu gato ficou bem durante a hospedagem? Será que essa escolha é a mais adequada para ele?

Como os nossos queridos peludos não falam, ficamos sem saber se de fato estamos fazendo a melhor escolha para ele durante a nossa viagem, por isso perceber alguns sinais e olhar alguns detalhes dessa hospedagem, serão cruciais na hora da escolha ser feita!

Vejam aqui algumas dicas:

  1. Local inadequado:  conheça o local onde seu cão ou gato ficará, veja se os animais que estão ali estão bem cuidados, se estão felizes, se não aparentam estar estressados, latindo constantemente, ou andando de um lado para outro, ou apáticos. Não olhe apenas fotos, vá pessoalmente, entenda onde seu pet ficará, se o local é seguro, se existe risco de fugas ou outros riscos para a saúde dele. Se possível leve seu pet durante essa visita, para ver como ele reagirá a tudo. Procure saber do local antes, muitos locais dizem que os bichos ficam soltos, mas no fundo acabam ficando presos.
  2. Sujeira: chegar em um local onde você sinta que está sujo, te passará a sensação que seu pet ficará na sujeira também! É claro que quando o local possuí animais ter um xixi, por exemplo, é normal. O que não dá é você notar que não há higiene em nada, nem nos quartinhos, baias, nem nas tigelas, nem no quintal, etc.
  3. Sem contrato: fazer um serviço, seja ele qual for, exige um contrato. Por mais simples que ele seja, é importante que o cliente tenha certas seguranças, e certezas do que ele está contratando. Não assinar um contrato, ou ser algo de boca, pode fazer com que você e seu pet corram certos riscos durante a contratação. Tudo pode parecer perfeito agora, mas depois quem garantirá o serviço?
  4. Sem Cuidado integral: de que adianta você hospedar seu cachorro em um hotel por exemplo de sábado e domingo, se domingo o funcionário aparece rapidamente para por comida e vai embora? Isso serve também para hospedagem familiar, onde o cuidador sai para trabalhar todos os dias das 9 às 18h e os hóspedes ficam o tempo todo sozinhos. Ter certeza da rotina e cuidados será importante, não que os pets precisem de alguém em cima o tempo todo, mas também não dá para ficar fora o dia todo, se for para o cuidador ficar trabalhando fora e seu pet na casa dele, é melhor então o serviço de pet sitter, onde ele ficará na sua própria casa recebendo cuidados ali.
  5. Equipe destreinada: é importante que desde a secretária até o funcionário/cuidador seja treinado, pode parecer exagero, mas ter um atendimento ruim, ou ter alguém que te atenda e não saiba nada do que está fazendo ou falando, pode mostrar que esse local não é tão profissional assim, e não se preocupa tanto no serviço que está prestando. Se o cuidador tiver cursos que o capacitem melhor ainda, ninguém gostaria de contratar uma cozinheira que não saiba cozinhar,certo?
  6. Não reportar o que está acontecendo: quando você deixa seu cão em um hotelzinho por exemplo, você quer saber se está tudo bem com ele. Não ter esses feedbacks irá ser ruim para você, e te deixará ansioso durante toda sua viagem.
  7. Seu Pet retornar triste ou apático: Tem animais que voltam e os donos percebem que eles estão com saudades do local que estavam, com saudade de brincar, de correr, mas tem animais que você vai buscar e percebe ele ficou estressado, não comeu, e que aquela hospedagem só foi ruim. Nesse caso busque outras alternativas da próxima vez!
  8. Relutar para ficar no local: se na hora que você for deixar seu animal em um local ele relutar para ficar, como quem diz “por favor me leve embora desse lugar”, bem, ele pode não ter tido uma boa experiência ali, então repense sobre o serviço! Os animais não falam mas demonstram quando gostam ou desgostam de um lugar ou pessoa! Se for a primeira vez dele no local, pode ser apenas uma ansiedade por ficar longe de você, nesse caso, opte pelo pet sitter, mudar de local um animal que sofre de ansiedade de separação, poderá gerar ainda mais ansiedade.

 

banner3

× Como posso te ajudar? Fale conosco via WhatsApp