São Paulo: +55 11 4172-5533 | Demais Localidades: +55 3003-0618 contato@mypetsnanny.com.br

Você deve ficar de olho no seu cão durante todo o ano, e claro notando qualquer mudança, deverá leva-lo ao veterinário.

Na época do verão, o clima quente como ocorre aqui no Brasil, pode causar alguns malefícios para seu cão. Além do aumento do cansaço, e até uma diminuição do apetite, outros problemas podem aparecer nessa fase.

Fique de olho no que poderá surgir nessa época de calor:

1- Aumento da incidência de problemas de ouvidos:

Com o calor, principalmente cães com orelha caída, tendem a ficar com a região mais abafada e úmida e consequentemente as otites podem surgir. Fique de olho caso veja seu cachorro coçando mais a região, balançando demais a cabeça, ou ainda, com o ouvido vermelho e com mau cheiro.

2- Aumento de alguns problemas de pele:

Assim como ocorre com o ouvido, também pode ocorrer com a pele, fungos que se aproveitam e uma pele mais úmida nessa fase, principalmente porque é comum que os cães aproveitam banhos de piscina, mangueira, ou mesmo frequentem o banho e tosa mais vezes nessa época, isso, além de tirar a proteção natural da pele, pode deixa-la mais úmida, causando dermatites. Mantenha sempre bem seco o pelo e pele de seu animal após um banho de piscina, por exemplo.

3- Aumento das pulgas, carrapatos e verminoses:

Nessa fase do ano é comum que aumente pulgas e carrapatos, assim como outros parasitas. Por isso, muitos animais passam a ter mais chances de desenvolverem alergias a picada de pulgas, ou mesmo doenças ligadas aos carrapatos. Proteja seu pet com antipulgas, principalmente nessa fase do ano e também com vermífugos.

4- Queimaduras solares:

Embora as pessoas muitas das vezes desconheçam, os animais sofrem com as altas temperaturas e com as queimaduras de sol. Áreas como, focinho, base das orelhas e orelhas, aos redor dos olhos, são áreas mais susceptíveis à queimaduras solares. Já existem protetores solares indicados para animais.

5- Desidratação:

Deve-se ficar muito de olho na hidratação dos animais enquanto estão em casa, e enquanto estão nos passeios. Nessa época do ano, aumenta consideravelmente nas clínicas veterinárias, animais que chegam com quadro de desidratação severa. Não espere para hidratar seu pet só quando ele já estiver morto de calor, com a língua completamente de fora, e jogado no chão, hidrate seu pet ao longo da caminhada, e busque sempre locais mais arejados e horários mais frescos.

6- Leptospirose:

A relação da doença com a época do verão está ligada principalmente ao aumento das chuvas e possíveis enchentes. A doença é transmitida principalmente pela urina do rato, que em contato com a pele ou ingestão acidental de água contaminada, pode infectar a pessoa ou o animal. Mantenha seu pet com a vacinação sempre em dia.

× Como posso te ajudar? Fale conosco via WhatsApp