São Paulo: +55 11 4172-5533 | Demais Localidades: +55 3003-0618 contato@mypetsnanny.com.br

Ter o diagnóstico de câncer é sempre muito triste, não saber se o que seu pet tem é grave ou não, esperar os resultados de um exame, os tratamentos, tudo isso é muito estressante tanto para o pet quanto para o tutor.

Os cânceres vem crescendo nos animais também, assim como nos seres humanos, diversos fatores podem influenciar no aparecimento do câncer, como raça, genética, hábitos alimentares, poluição, exposição ao sol, anticoncepcionais, etc.

Clique aqui e leia sobre as 7 raças com maior predisposição a ter câncer.

Antes de se desesperar, não é qualquer bolinha que apareça no corpo do seu animal que é câncer, e nem todo tumor é maligno!

Entenda a diferença na nomenclatura:

Tumor: todo aumento de volume no corpo, podendo ser ou não câncer

Neoplasia: células diferenciadas que se multiplicam, ocorrendo um tumor. Elas podem ser benignas ou malignas.

Câncer: toda neoplasia maligna, isto é, quando o cão está com câncer, já se deduz que é algo maligno e com chances de se espalhar.

Metástase: células do câncer que se espalham para outros órgãos

Dentre as neoplasias mais comuns nos cães e gatos, podendo ser benignas ou malignas, vemos:

1- Pele (carcinomas e melanomas, além dos mastocitomas)

2- Mamas

3- Ósseos

4- Relacionados ao sangue 

5- Venéreos (câncer que passa de um animal para outro)

6- Orais

Qualquer tumor que você observe no seu pet, leve-o para uma consulta ao veterinário.

Andressa Gontijo

Médica veterinária